Arquivo para setembro, 2011




Por que és tão complexo, ainda não encontrou o seu ponto de equilíbrio neste momento de sua vida, o conhecimento começa com você não é ou ainda a essa altura está perdido, sem brilho no olhar e distante das coisas da vida, o grande problema é a expectativa que se espera dela, ela é simples, você é que faz ser complexa querendo sempre mais, e não procura o seu momento de crescer como um ser,  esquece ao longo da vida dos seus estágios,e quer muito mais dela, você sabe que ela é sofrimento, dor, tristeza, alegrias, conquistas, mais os que sabem buscam logo encontrar o seu interior e conhecer-se como um ser único e universal, e aprender com o que recebeste da vida, nem todos são iguais, daí a necessidade de se aperfeiçoar-se a cada dia, e não ficar na escuridão dos seus pensamentos, querendo entender o que não se entende, para dizer será que eu sei? Quem sabe o que sabia, não viveu o suficiente, para dizer a verdade da vida, e você, que ainda não vivenciou e não sabe se vai vivenciar, por que não agradece com o que já conquistou até o momento, fica se culpando da sua existência, o amistoso, querendo dizer que o homem ainda não encontrou o seu ponto de equilíbrio, vai vivendo na corda bamba, e diz que se encontrou                      será?Antônio Almeida10/11/10

                         Mais na realidade, todos os que praticam,ficam abaixo do relativo, exagerando a palavra para encher os cofres dos que dizem que sabem, e propalam abertamente a palavra para dizer eu sei? Ou, pensa demasiadamente que todos são apedeutas é assim que vivem engabelando e transbordando de dinares sem contribuir para diminuir a fome e a miséria da humanidade, que contribuiu aos enganadores do templo, com a inocência dos que nada sabem e doam até a sua alma, na esperança da salvação para uma vida melhor? Mais como, tomam tudo, para multiplicar as casas que vendem até o imaginável do que se imagina, e não pagam impostos, os abestados pensam que estão bebendo água do rio Jordão?Depois de cinco horas sentados e ouvindo gritos e pedidos há todo momento aos que nada tem, tomando o seu soldo do suor do seu rosto, para alegrar os que vivem como os faraós do passado (dominadores e dominados), o que mudou? Os pós-humanos com as suas máquinas dizendo para todos que já sabe tudo mais o que se vê, é uma anarquia total do tudo pode até um estado paralelo já surgiu com armas poderosas, só que quem deveria ser assaltado, estão em seus palácios sorrindo da miséria do povo que lhe elegeu para trabalhar, não em causa própria, então eu pergunto, para que as máquinas?Não serve para protestar, contra os abusos esdruxulamente escancarados e anunciados na TV, oferecendo o que jamais vão realizar é assim que vive os chamados de humanos, não aprendeu a somar só o multiplicar e o diminuir dos que nada tem o amor incondicional só pregam da boca pra fora, para confundir e enganar os que estão tentando crescer com a ajuda da fé.

O amistoso, querendo entender o palco da vida, a onde os palhaços são os dominados de ontem, de hoje, e de amanhã.   



                                     




Sou o lixo de um país rico que deu o suor do seu rosto, durante cinqüenta e dois anos, para um envelhecimento mórbido, sem saúde e tudo mais que um homem honrado possa ter do que restou de sua vida. Será que essas aves de rapina do poder vão viver o tempo todo, sem saber que existe o outro? O aposentado fica na invisibilidade do ser, continua sendo tratado como nos tempos dos faraós (escravos de um estado de dominadores), os velhos aposentados do INSS, e o que fazem esses parlamentares? Será que querem ver a miséria campeando num país tão rico. Os jovens que se cuidem, porque serão velhos amanhã, só que tem uma vantagem, já tem as ferramentas não é? Porque não protestam enquanto tem sangue nas veias apedeutas, a essa altura, eu esperava mais: protestam contra a discriminação racial, homossexual com mais de dois milhões de pessoas na rua, mais os seus pais e avós, não representam nada (é isso mesmo, já estão na neblina à espera da escuridão não é?)  Acorda jovem deste novo século, o computador é uma arma poderosa, use para o comprometimento seu também, jovem hoje e velho amanhã, não fique na sua individualidade, mexa-se enquanto é tempo, ele passa rápido, antes, diziam que não tinha como protestar e agora qual é a desculpa, vai ficar eternamente só olhando as plumas e os paetês,( não tem aumento de aposentadoria para os mais velhos defasadas,nem educação de melhor qualidade(pública),corrupção,verbas que são desviadas do INSS para outros fins e muito mais, é só olhar para ver que muitos manipulam os abestados com mais de cinqüenta anos no poder e ainda estão vivos e nomeando seus representantes, filhos,netos genros e  toda sua geração para se perpetuarem. Acordam jovens do tudo sabe, será ou não? O amistoso se preocupando com um povo que ainda não nasceu, com essa mania do amor incondicional às três horas da manhã. Antônio Almeida 21/09/2011.       
Eu não se sei o que sabia mais será que sei? Ou não sei o que nada sabia, se tratando de quem será apresentada na casa das sete mulheres na próxima semana para aumentar o número daquelas que professam o dito para dizer eu sei,será? Fica uma incógnita se a margarida vai ser apresentada na segunda feira, porque seu estado físico ainda é uma incógnita, mais tratando de mulher tudo é possível, uma flor como margarida com sua presença com plumas e paetês, sempre trás alegria transbordando sempre com o seu humor agradável e aumentando o número de participantes, jubilosamente com sua presença perfumada, no ceio e na graça dessa casa que inspira o inestimável, um livro velho e bolorento que está na prateleira de uma biblioteca qualquer, que ninguém quer mais ler, a faculdade da vida, os pós-humanos que tudo sabe, com suas máquinas inseparáveis já mais vai saber, que um encontro de mulheres pode proporcionar aqueles que pensam que sabe, é sempre uma incógnita? Ou não, o amistoso na escuridão dos seus pensamentos, tentando alertar que seu comparecimento é uma incógnita. Antônio Almeida 01/06/2011 

São dez os obstáculos, para atingir o nível superior, mais, poucos conseguem, porque a travessia é demasiadamente difícil, principalmente para os que dizem que sabe. Será? Eu já tive este privilégio de passar por estas etapas, que reservaram-me, para que antes da viagem definitiva pudesse conhecer o desconhecido. Foi uma prova de dez obstáculos, sendo que cada uma tinha a sua dificuldade e ia aumentando, quando os obstáculos vão se apresentando, cada vez mais, com maiores dificuldades para se transpor, é penoso para alcançar o objetivo maior de um ser cósmico, e entrar na verdade do conhecimento superior, mais é tão gratificante que esquecemos que vivemos como um animal, que pode tudo e que o nosso planeta é apenas uma passagem para a sua evolução como um ser, devo-lhes dizer que é uma experiência única na vida de um ser cósmico, defrontei-me com uma nova forma de vida e vivi os momentos mais sublimes, e avistei coisas impressionantes, únicas e inacreditáveis para os que dizem que sabe. Nesta viagem aprendi que vivemos eternamente, sempre aprendendo cada vez mais para o nosso bem maior que é o amor incondicional, quem tem nasce com ele, não se adquire e nem se aprende da boca pra fora, para dizer o que nada sabe, só vivenciando para encontrar o verdadeiro sentido da vida, nesta caminhada encontrei novas moradas e moradores, mais de uma forma diferenciada, não na aparência, mais na forma de se ver como plasmáticos que podem viver em dois planos, a minha maior surpresa foi encontra-me com Jesus, num templo, ele apertou a minha mão como se fossemos velhos amigos. O amistoso dando o seu depoimento mesmo antes de sua viagem definitiva, porque não pretende voltar mais, quero ficar a onde estive e aprender muito e contribuir com a minha estada aqui, nesse planeta água. O amistoso tentando relatar em poucas linhas o que vivenciou, um dia quem sabe se não tem mais? É só esperar pra ver, com seus liames, querendo que os apedeutas entendam o que deveria entender, mais, embaúba é pau que bóia,quando apodrece também afunda,quem sabe que lá no fundo, não possa haver uma metamorfose para um retorno de algo que dure mais, sem ser apenas uma embaúba, e não ficar mais boiando para atravessar para o outro lado, aqueles que batem no peito e diz que sabe tudo, o amistoso sendo verdadeiro com sua alma limpa, será? Antônio Almeida 05/07/2010.        

     

Quando deixamos o ter e passamos a crescer no ser, já estamos caminhando como energia cósmica, que sempre fomos essa centelha dos universos paralelos, o ser humano quando consegue entender esse crescimento é aí, que começa o seu caminhar, para um novo entendimento das coisas que estão distante para muitos, e tão perto para outros que olham e vêem. Durante o seu aprendizado, que pode ser por muitos anos, ou apenas dias, por que alguns levam anos e não aprende nada, e outros bastam alguns dias já nascem e deixam uma verdade que outros levam anos, e não consegue ver a cegueira do ter, não deixa como os faraós do Egito antigo, que com a sua prepotência apedeuta, se diziam que era o divino humano, nasceram e desapareceram, sem ter se desenvolvido como seres cósmicos, perderam a oportunidade para o seu crescimento como ser. O exemplo acima, é para alertar os que ainda não aprenderam, quando tem muito dinares se acham Deuses, e pensam que vão viver eternamente, e ganhar as benções do poder absoluto será? O que notamos nesse novo século, é que o bicho da era nova, se encorpou demasiadamente no ter até os que dizem que sabe, já mudaram o seu discurso, e suas casas já viraram palco de diversão e se vestem alegoricamente com plumas e paetês, e propalam o dito como se fosse á verdade absoluta, e praticam a humildade?Não é? Enriquecem cada vez mais, e continuam dominadores como nos velhos tempos, e os apedeutas suando a camisa para dar os dinares de sempre, mais tudo isso vai mudar, as ondas já estão crescendo, a natureza dá, mais também cobra e com juros altos, a ceifa será bem maior do que se imagina. O amistoso vendo pela televisão os abestados, adorando o divino humano, na era dos robôs dando benção para a salvação de quem, eu é que não sei, e você gosta e diz amém. Vou ficando na minha caverna escura às cinco da manhã, na solidão dos meus pensamento esdrúxulos, com a minha lucidez imaginando como será esse novo século do tudo pode.Antônio Almeida 04/09/2011.
A natureza humana é complexada, seja ela rica ou pobre, sempre está faltando algo para completar o seu ego, que nunca está preenchido, mesmo estando em cima se sentindo o dono do mundo, mais a realidade é outra, ele sempre quer alcançar o ponto mais alto, mais se alguém consegue chegar perto, bate logo a insegurança, e para aquele que não conseguiu nada, mais podia produzir algo e ficou deixando o tempo passar, esses são os mais complexado porque ficam esperando que as coisas da vida sejam fáceis, e ficou sonhando para dentro e quando quis colocar o que sabe ou o que sabia, o tempo passou aí a cada dia o complexo aumenta, e passa culpar o que está mais próximo, como se o outro tivesse culpa, por não ter ficado rico, na sua velhice, fica insuportável porque querem retroceder no tempo, procurando sempre culpar alguém, pela sua falta de sucesso e ainda são os donos da verdade, quando você pergunta a onde estava todo esse tempo, que a vida lhe deu para crescer? Eu sei. E você sabe não é apedeuta, escondido dentro do seu complexo sem lutar pela vida, achando que a qualquer dia, a sorte ia bater em sua porta não é? E agora depois de velho doente, quer colocar a culpa no outro, querendo que ele faça o milagre dos peixes. O amistoso tentando rezar por aquelas almas que no fim de suas vidas, só aprenderam a desvalorizar o dito, sem colocar um ponto no dicionário da sua. Antônio Almeida 24/01/2011      
A depressão é invisível aparece do nada, muitas vezes quando deveríamos estar contente por estar vivo, ficamos tristes porque quando se faz uma operação do coração bem sucedida, renascemos para uma nova caminhada, o coração é o centro do nosso universo, Deus lhe deu uma nova oportunidade de renovação, agora você é um águia, que se renovou para um novo conhecimento, busque o Deus que habita dentro de você olhe mais para á esquerda, lá está um amigo á direita está a sua comunidade, no chão você fincou as suas raízes, atrás ficou o passado, em cima está o seu Deus, mais para encontrar a verdadeira paz, que é a da frente, tem que esquecer o passado, que é o nada, sem o esquecimento desse não podemos construir a paz da frente, a vida tem duas partes, o ter e o ser, o ter é o que você conquistou, agora você é um ser escolhido por Deus a sua vivência para a frente é o ser, que é o seu crescimento para ele, não fique resmungando, pratique o amor incondicional que o Cristo ensinou, busque uma nova atividade que lhe dê prazer caminhe, se movimente, agora você e outro agradeça se ficou a sua vivência, tem muito para doar-se ao outro que é você ou não? Somos da mesma mistura do criador ao criado. Tente escrever sua autobiografia, pinte. Já fez a sua história, agora é um livro mais esmaecido pela vida, procure abrir para ajudar as pessoas a ler, na minha filosofia aos quarenta e cinco anos fazemos a nossa história e aos sessenta somos um livro do conhecimento da faculdade da vida, Jesus disse a verdade é a vida, você e essa verdade, o amistoso que fez uma operação do coração aos sessenta e seis anos, sem mesmo ter tido um infarto, agora com setenta e um anos escreve textos filosóficos dois livros, já pintei vários quadros, não sei se disse o que sei ou o que sabia, e você sabe? Ou fica perambulando por aí, dizendo eu sei. Será? A vida são conquistas, vitorias e derrotas dor, tristezas e momentos de prazer aproveite e viva com o amor incondicional e seja um ser melhor para você meu irmão até nas dores. Antônio Almeida 25/11/2010. Salvador Bahia.
Essas são as qualidades que deveríamos preservar para sempre, para um bom desenvolvimento durante a nossa vida, a fim de compartilhar melhor com os nossos semelhantes, mais o que vemos na atual conjuntura é que os atuais e atualizados da época do tudo pode, deste novo século, a onde impera a desvalorização destes conceitos, tão importante para o crescimento humano, o que notamos é imperar a anarquia global, principalmente na internet, a onde pode tudo, os urubus de plantão estão aí para mostrar, o que deveria está no lixo, esta ferramenta tão importante para educar e informar os mais jovens, tem muitas informações impróprias, proporcionando valores negativos para a formação humana, a família é uma casa sem pai e mãe, esses pós- humanos, já estão na faze da robotização, até a linguagem mudou, a mistura não está dando a liga, é ouro com ferro, e ferro com prata, liberou geral o que poderá acontecer, eu é que não sei. E você apedeuta sabe? Ou fica por aí dizendo eu sei. Será? Essa nova era do tudo é possível, ninguém conhece mais a célula da sociedade que é a família. O amistoso tentando encontrar uma agulha no palheiro, pensando que é mágico. Antônio Almeida 05/05/2011.   
 
                      É através das palavras, que nos comunicamos e transmitimos as nossas idéias e pensamentos que fazem a nossa história, sem elas já mais haveria a revolução da comunicação, que tanta importância tem para o ser humano se evoluir mais rapidamente, mais se tratando de humanização, falta muito ainda para se entender com ela, parece que elas deixam de existir. Notamos que houve um aproveitamento na distinção da palavra, para não beneficiar aqueles que mais precisam dela, e outros se beneficiam até mesmo para matar inocentes, como fizeram há mais de dois mil anos atrás, e a ainda o fazem, portanto, a palavra é uma arma das mais mortíferas da humanidade, e aí as letras choram, por que sabem das suas responsabilidades para o bem que sempre foi o seu grande propósito, de se expor através das palavras, para realmente facilitar o entendimento entre as pessoas. Mais no atual momento até os mais próximos sentem muita dificuldade de usar as letras, e transformar em palavras, e dizer no mais íntimo do seu ser, que precisa de luz para ver e valorizar o dito, de uma forma mais humana, e transformar os valores mais positivos, para o bem da humanidade. Só as letras podem transformar as palavras, para que possamos nos entender como seres humanos.
letras
 
   
Publicidade
Visitas
Tempo