Categorias
Agenda
Março 2013
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Telelista
Link´s

Arquivo para Março, 2013

A minha não são as suas, mas quando falo para ti, da minha, logo responde sobre as suas, que são sempre maiores do que a minha.

              Quando alguém fala de sua dor para outra pessoa, é porque quer ouvir uma palavra que naquele momento venha amenizar as suas dores, então quando estiver verbalizando sobre o assunto, ouça o outro, mesmo que as suas dores aparentemente sejam maiores, esse é o seu momento de doar-se com o seu amor incondicional, (Deus também está ouvindo a sua caridade), ela se faz muitas vezes nos momentos mais difíceis de nossas vidas.

            Lembre-se do Mestre Jesus, que disse na sua maior aflição e dor, (Eles não sabem o que dizem), e deu a todos a maior lição de vida, que a humanidade já conheceu.

           Portanto, a minha dor, não é a sua e nem as suas são as minhas procure ouvir o outro mesmo com a sua dor, que pode até ser maior, mas não perca a oportunidade de doar-se com o seu amor incondicional que Deus ameniza as suas e as minhas.

Atualmente, só é considerado o meio, e o fim entra no processo de afastamento é neste momento que deveria ser como o início mais a maioria sempre desconhece o fim, porque se sente eternos como se algum dia não irá passar por essas três fases, e aí, vão se esquecendo, está no melhor estágio o do meio, mas será que irão conhecer o fim ou o princípio de um novo estágio para realmente entender o fim ou o principio?

Na realidade tem muitos que chegam ao fim com toda a galhardia do princípio, são poucos os privilegiados no ter que compra quase tudo o que é possível. No fim não existe mais o amor incondicional nestes novos tempos deste novo século.

O individualismo tomou posse desse novo tempo, que só é dividido com as máquinas que neste momento, é mais importante do que os momentos finais daquele que o chamou para fazer parte deste planeta, e foi bem recebido no princípio no meio e nos momentos finais de uma vida.

 

 acm neto

Espero que o novo tenha aprendido com o velho, que muito contribuiu para Salvador e o Estado da Bahia, apesar das suas controversas e polêmicas.

             Este novo que já tem demonstrado na sua trajetória política que tem muita lenha para queimar, é a sua grande oportunidade para torna-se um grande líder da Bahia.

             É só aproveitar a oportunidade de péssimos Prefeitos nos últimos dez anos de mandatos, a onde deixaram Salvador sendo passada para trás por Estados que nem se ouvia falar no nome.

             Chegou o momento de erguer Salvador e colocar no seu devido lugar, para que soteropolitanos e baianos, tenham orgulho de dizer: Somos de Salvador Bahia, Aposto neste novo que chegou ao momento certo para dizer que a nossa capital querida não morreu, porque no novo pulsa o sague vermelho é o velho retornando no novo com muita pujança para ser o novo velho trazendo as alegrias do passado para ser o expoente maior no futuro bem próximo, o velho foi mais deixou a sua marca na História da política da Bahia e do Brasil, mas ficou o novo para erguer essa bandeira e honrar a primeira capital do Brasil, é isso que esperamos para os Soteropolitanos e Baianos.

 

acm

 

                                      Eu não sei se você sabe, ou nada quer saber o que todos sabem será? Não sei se estou de olho virado, ou estou vendo demasiadamente que estamos vivendo um momento em que a democracia no Brasil, descamba para a anarquia, não só na política, mas em quase tudo. Um país que ainda não está preparado para o crescimento, vai pagar com altos custos, pela não participação do seu material humano, para conquistar seu lugar definitivamente como uma potência mundial.

           O Brasil está mais para a anarquia de que para uma real democracia, porque não oferece nenhuma sustentabilidade para as políticas de base, para o seu crescimento, (já passei pelo milagre brasileiro na década de setenta), aonde o seu crescimento chegou ao patamar de dez por cento ao ano e depois da farra, pagou bem caro pela sua incompetência, pois não há renovações e liderança em quase todos os estados. As raposas velhas que participaram do milagre e continua no poder, o tempo está acabando e o apedeuta aqui, à espera do milagre dos peixes, se não plantaram árvores boas para dar bons frutos, o que podemos esperar dessa tal de sustentabilidade insustentável, a não ser que inventem mais impostos, porque este ano já ultrapassemos a casa de um trilhão, e no próximo ano você sabe? Ou nunca quis saber, se não gosta de política esperem para ver depois que a farra do boi acabar, será que vão ficar novamente com o pires na mão, como alguns países europeus que chamavam o Brasil de subdesenvolvido e agora José, será que esses ditos cujos não servem de exemplo. Cuidado que as ondas estão subindo e pode chegar mais alto do que podemos imaginar, não sei se disse o que sei e nem o que nada sabia mais se tratando da pátria amada Brasil, tudo é possível.

 “O PREÇO A PAGAR PELA TUA NÃO PARTICIPAÇÃO NA POLÍTICA É SERES GOVERNADO POR QUEM É INFERIOR.”  

– PLATÃO. 428-347 AC.

 

 

 

 

Publicidade
Visitas
Tempo