Categorias
Agenda
novembro 2013
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Telelista
Link´s

Arquivo para novembro, 2013

        Há muitos anos eu vivo procurando um e com tantos, eu ainda estou no espaço vazio à procura do meu mundo, será que é o bóson de Higss penso que sim, realmente foi o primeiro que é o início de tudo e aí, vou encontrar o que todos buscam até hoje, e com essa descoberta desvendou-se o grande mistério de milênios de anos de busca.

        Dizem que é a partícula de Deus, ou é mais uma ilusão dos que pensam que sabe tudo para provar o que tem o direito de saber e fica propalando que o homem não é nada, é apenas o acaso de Higss.

         Será que já terminou a busca, a coisa é mais séria do que se pensa, porque até o momento são onze e pode surgir mais, e quem está criando eu é que não sei, mas você já sabe não é? O apedeuta aqui, ainda não encontrou o seu.

            O amistoso, apedeuta procurando DEUS, mais aparece o Higss e mostra o início de tudo, sem DEUS, então eu estou mais perdido que cego em tiroteio sem saber por onde a bala passou e ainda estou vivo (AVE).

      HIGSS

2014

      Um ano antes já começa aparecer os possíveis candidatos, mas cadê os novos representantes? São os velhos novos de sempre.

   Onde está à juventude sucessora, apesar das novas conquistas deveriam dar continuidade para termos uma cobrança constante, desaprenderam a verbalizar o dito que sabe e ficam no rsrsrs ou no curtir.

    Será que é assim que surgirá a nova juventude que agregará aos outros para dar novos rumos à nação.

      Eu não sei o porquê alguns dessa geração quer mudar até a forma de se comunicar.

     Há muitas críticas, mas muito pouca participação como podemos mudar o que já se plantou de forma errada.

      Só com uma conscientização em massa poderão surgir novos lideres, com propostas que possam mudar essa política que todos já estão cansados de ouvir suas promessas que nunca se cumprem, aí sim, as coisas poderão andar um pouco mais nos trilhos, com uma maior participação da juventude.

     Eu tenho certeza que a palavra mais importante é amar o seu país e se conscientizar das suas responsabilidades como cidadãos brasileiros para deixar para seus filhos e netos uma nação que possam se orgulhar de serem brasileiros.

 A nação é rica, mais precisa ser conscientizados, como os estadunidenses que tem uma das armas mais importantes dos Estados Unidos da América do Norte, que é defender a sua pátria com amor.

    Já somos a sexta economia, mais poucos sabem e se orgulham, (pobres, U.S.A. tem tanta quanto o Brasil), mais o importante é à base do seu povo, a nossa é capenga ainda usa muletas para andar, há urgência no caminhar com os pés no chão, já conquistamos muitas coisas, para quem foi escravizado por mais de trezentos anos e outros regimes ditatoriais e com apenas um pouco mais de quinhentos anos de existência.

      Mais estamos conquistando uma democracia a onde o povo desconhece os seus direitos para mudar para melhor esse país, com ideias novas e participar mais e ter um conhecimento maior do que é democracia, para fazer as cobranças para a melhoria do seu povo.

     O povo brasileiro deveria conhecer o sistema de governo e as propostas de seus representantes, e saber cobrar o que vão prometer, já tem várias maneiras para essa cobrança, temos condições de vivermos melhor e com a participação de todos, se ainda não sabe, são mais de duzentos países, e economicamente  já somos a sexta.

       Agora a responsabilidade aumenta, em permanecer melhorando cada vez mais, participe como cidadão, mas conscientizado que é brasileiro, deixem de idolatrar o que não é nosso (O americano não faz turismo no Brasil e nem gasta dólares). Vamos ter um pouco mais de amor por esse país continental quase do tamanho da Europa e os brasileiros, a maior parte não conhece nem 5% do território Brasileiro e não valoriza.

      O Amistoso, Um viajante do tempo e filho de estrangeiro, serviu a sua Pátria e ama o seu país e tem o maior orgulho em ser Brasileiro.

eleição

 

          Já nós primeiros dias já temos fome e ingerimos o leite materno, daí para frente com ajuda começamos a existir mais à frente já passamos a tomar as nossas decisões mesmo que sejam contestadas a nossa existência.

          Se você procura existir de maneira correta ou não, você poderá existir como um ser pensante, ou uma existência não existida sem nenhuma importância de ter existido, mesmo fazendo de contas que está existindo.

            Mas, na realidade a existência sonhou que um dia existiu, porque deixou o tempo passar achando que ela duraria para sempre, existindo sem a mínima noção da sua existência como um ser e nem mesmo como energia cósmica.

          Você faz existir a vida e não ela, tudo depende de como você faz a sua existência aqui: Sim ou não?

           Eu sou eu, mas se não me encontrei no passado e nem no presente, quem na verdade eu sou? Mas, fico a pensar se existo ou não, nessa existência que não sei se existi e me fiz presente, será que a marca dessa passagem foi apenas mais um nascimento como outro qualquer sem mesmo terem percebido.

             A vida vivida é tão complexa de se viver, que não notamos se existimos mesmo, só se deixou a sua marca.

              O Eremita da caverna escura vai em breve sair sem ela, o que deixou, eu não sei por que o candeeiro não iluminou mais para ditar os seus pensamentos do que sei ou do que nada sabia, esse livro velho vai ficar empoeirado nas prateleiras das bibliotecas da vida para as traças fazer o seu trabalho (a faculdade da vida), só ficou Sofia para responder aos que nada sabem do que sabia, mais ando dizendo sempre eu sei.

        Acredito que a energia continuará para fazer cada vez mais a transformação do que foi, do que é, e do que será.

        O amistoso, pensando sem candeeiro para iluminar os seus pensamentos do que nada sabe, e sai pensando que sabia.

              Não é mais Embaúba nova, já está apodrecendo e boiando pouco, mas se não boiar, irá para o fundo do rio e ninguém vai mais se lembrar de quantas pessoas fizeram essa travessia quando ela estava nova.

          O livro velho e bolorento, os cupins vão comer sem pena e sem dó.

     E através do subconsciente que projetamos os nossos sonhos de trabalhar consciente e inconsciente, a depender de cada pessoa, se ela é otimista e projeta sempre o seu sonho para o subconsciente e acreditando que vai conseguir o seu objetivo e a sua meta.

      Mais cedo ou mais tarde, ela conseguirá atingir os seus objetivos, essa força é desconhecida por muitos, mas os perseverantes e otimistas sempre conseguem, logicamente falando do possível.

        Os pessimistas são pessoas que dificilmente conseguem chegar aos seus objetivos para conquistar as suas metas porque não conhece a palavra (OTIMISMO), que significa Deus dentro de você, daí com essa força e fé trabalhando duro e estudando, tudo fica mais fácil e serão mais felizes neste planeta em que habitamos por um período longo ou curto, mas sempre para o bem e tendo como lema o amor incondicional.

 subsconsciente

Pois é: a primeira clareou apenas ofuscamente.

Pois é: a segunda colorindo pouco a pouco.

Pois é: a terceira veio dar mais colorido e sentido à vida.

Pois é: a quarta veio com um colorido ofuscante.

Pois é: a quinta brilhou intensamente que dava para ver o próprio eu.

Pois é: a sexta seu brilho ficou esmaecido por muito tempo.

Pois é: a sétima o seu brilho com esforço veio aumentando gradativamente.

Pois é: a oitava está se distanciando, é como estivesse dando adeus ao seu tempo de brilho.

Pois é: a nona está ficando sem claridade para brilhar por causa dos anos de brilho.

Pois é: a décima volta para o início de tudo que é o bóson de Higss, para mostrar realmente como é ofuscante o brilho do início de tudo (DEUS).  luzes

          Sim sou único e universal, tentando entender os porquês das coisas que acontece nesse nosso universo sem explicações para o entendimento maior do que nos é oferecido como vida.

            Para este Eremita que pensa para entender, apesar dos anos, o que nada sabe desse propósito.

          Porque nascemos para morrer? Será que em algum momento vamos deixar de existir ou seremos sonâmbulos eternos, tem algo mais além ou só somos isso mesmo e ficamos pensando essas coisas que passam para nossa cabeça como a imortalidade.

              Desde os tempos antigos que o homem se debate com coisas que lhe atormenta se voltará ou se vai partir de outra forma para viver a onde eu é que não sei, mas em certos momentos esse Eremita que não para de pensar, tem uma intuição cósmica, quando seu invólucro perecer, desliga esse fio ténue que chamamos de vida e essa energia se transforma para realmente dar força há uma coisa mais sublime em outros universos, vivendo e transmutando cada vez mais para a realidade e não ficar sonâmbulo sem saber da sua existência como um ser pequeno, sem nada a oferecer nesta caminhada constante, e ir aperfeiçoando até chegar como cósmicos habitando os universos de mãos dadas com essa energia transformadora do ser.

                   Sempre pensam no mais com maior importância mais o menos também é de igual relevância, porque os que sabem diz que o menos é tão significante quanto a mais.

                        Nesta desigualdade em que colocamos o menos, sem dar a devida importância, mais na realidade convivemos com um e com o outro sem notar a sua importância de ser ou estar, a depender de haver uma representação da maior ou menor significância do que sabe ou do que sabia, para expressar uma coisa qualquer de maior ou menor relevância.

                     Na forma do dito que sei, mas na realidade nada sei, ainda procuro saber a forma de verbalizar para os que sabem nestes momentos tão conturbados, não é nem mais e nem menos que vai fazer a diferença da (POTÊNCIA), mas são valores que estão sendo neste momento desvalorizados por quem deveria ser mais nos desiguais, para comungar com lealdade com o menos e o mais.

     No começo dos tempos antigos, passavam o conhecimento para os que nada sabiam, através da oralidade e assim começava a história da humanidade.

     Mas, nos tempos dos pós-humanos já estão descartando a vivência pelo imediatismo do tudo sabe que as máquinas andam oferecendo, até mesmo o vocabulário está mudando.

     Os jovens de hoje é o já sabe tudo, mais de quarenta anos se passaram e não há sucessão de valores para comandar o sistema que governa este país.

      O que fazem? Eu não sei, mas é bem possível que as máquinas possam responder por essa juventude que não veem mais a necessidade de pensar.

      Pois é: Do jeito que as coisas vão, daqui mais alguns anos, como estão acontecendo à experiência dos mais velhos já está ficando descartada, porque ninguém quer mais saber da faculdade da vida, os sabe tudo não necessitam mais a essa altura já foi para a lata do lixo, os humanos já viraram robôs ou mesmo transumanos e governados pela inteligência artificial sendo transformados em máquinas, que um dia fora humano e achava a vida complicada para se viver e como máquinas como será? Eu é que nada sei e nem sabia do que penso que sei, mais prefiro morrer como humano.

    robos

Publicidade
Visitas
Tempo