Arquivo para maio, 2016

          Pois é: o livro da vida, que em suas páginas traz muitas lutas.

      Pois é: deixado em uma prateleira qualquer das bibliotecas da vida.

           Pois é: esmaecido pelo tempo por que ninguém quer mais ler.

             Pois é: já sabem tudo e não querem ler, pra que?

   Pois é: o mundo de Sofia ficou sofisticado demasiadamente, o livro, esta preciosidade esta ficando cada dia mais esquecido pela nova geração.

        Pois é: até mesmo a faculdade da vida ninguém quer mais ouvir e nem mesmo perguntar, por que já sabem tudo.

         Pois é: Até as livrarias estão fechando por minha causa, por que ninguém quer mais ler.

        Pois é: A tecnologia esta tomando conta de quase tudo.

      Pois é: Mais como vai ficar a história da humanidade sem livro?

        Pois é: Só o tempo é quem pode responder, as apedeuta estão deixando de lado, por que não serve mais pra nada.

      Pois é: E como será a humanidade do futuro sem o livro?

  Pois é: Depois de alguns séculos, como serão os procedimentos dos “humanos” sem o livro?

   Pois é: Se ainda não sabemos de onde viemos e sem os livros?

   Pois é: Como será o crescimento da humanidade sem os livros?

   Pois é: Até este momento, sabemos quase tudo sobre os nossos ancestrais, e as futuras gerações vão saber como?

  Pois é: Estão descartando, o passado, o presente e o futuro?

   Pois é: Como serão as leis sem os livros e a sua aplicação.

   Pois é: Como governar, e fazer leis sem livros.

   Pois é: como poderá educar um povo sem o livro.

  Pois é: Quem ler mais sabe mais e quem não ler, nada sabe, aí são governados por quem sabe e será escravizado.

 Pois é: Exemplos é que não faltam, dominadores e dominados.

  Pois é: sem os livros nunca haverá igualdade e sim desigualdade.

   Pois é: Para os ricos, como era no passado sempre houve livros.

  Pois é: O poder é para quem sabe e quem não ler nada aprende.

  Pois é: Aprendam a gostar de ler, para não ficar para trás se lamentando da vida, que cada vez mais cobra conhecimentos e aonde possam encontrar nos livros, por que não é só a internet a solução para o desenvolvimento do ser “HUMANO”.

livross

   liberdade

    Ainda não chegou ao nosso país por que priva um povo tão rico em todos os sentidos, mas apesar dos anos ainda vivem como escravocratas.

    A chibata no lombo continua, para que pequenos grupos exerçam sempre o domínio sobre a maioria, que não reparte o pão sagrado pela palavra do mestre Jesus, que profetizou para repartir entre todos na igualdade, a ganância sempre se perpetuou nas mãos dos donos das capitanias hereditárias, como era no antes, o lombo do nosso povo está sagrando há muito tempo, é só olhar pra ver que cada vez mais aumenta sem nenhum sentimento, é só o prazer pelo ter, até as próprias igrejas que significa comunidade, ganham muito e faz pouco erguendo templos suntuosos como os faraós do Egito antigo, que usava a chibata e o suor de um povo escravizado por muitos anos, não foi isto que Deus deixou para os ‘‘humanos’’,que ainda estão se arrastando pela terra e não aprenderam que só com a liberdade e justiça podem  construir uma sociedade mais justa e melhor.

    Mais a ganância não deixa, por que sempre querem mais o (TER) bilhões à custa dos mais pobres, que é a maioria de um país tão rico, mais com uma distribuição de renda mínima e falam de desemprego que eles mesmos produzem para estarem sempre no poder.

    Os donos da verdade comem bem e moram em casas luxuosas e seu cajado é de ouro as suas roupas são de plumas e paetês e professam o absoluto com pompas de reis e rainhas, mais vivem no relativo como as apedeutas no conhecimento do poder supremo (Deus), e querem propalar o que não aprenderam no antes e não vão mais aprender no depois, (a humildade) por que não sabe e não quer renascer na palavra de um ser único e universal ( Deus).

    Os seus bilhões não cabem em um caixão de dois metros por cinquenta centímetros de largura, e só precisam de quatro  pessoas, para sepultar no seu sepulcro caiado este fardo que os bichos estão esperando para fazerem o seu banquete, as suas almas sobem chorando de dor por que a sua alma, sabe que apesar do esforço não cumpriram o seu papel, mais infelizmente saíram com muito pesar, de uma batalha derrotadas, mais não é  fim, elas sabem disso e vão voltar novamente, para tentar a liberdade de um ser único é universal que um dia poderemos chamar de humanos e viverem no ( ser), como sua bandeira de luta para o bem de toda a humanidade vivendo no presente na igualdade dos desiguais e com o poder supremo (Deus) e na liberdade.

CHUVA

       Ouço o seu barulho, batendo nas telhas, e da minha varanda, dá para ver o mar, são as águas se misturando, a chuva caindo, molhando a terra se unindo com água do mar, é muito bonito de se ver.

     Vem para refrescar o solo, para florescer e renascer muitas árvores que veem para dá sustentação ao solo, e alimentar a humanidade, desde o início sempre foi assim, porém os “humanos”, vem tratando a mãe terra, de uma maneira agressiva, sem cuidar dos seus mananciais que são muitos.

    A terra é uma dádiva de deus, para que o homem possa se sustentar, mais já está sangrando, e a ferida aberta pelo homem já vem causando danos muitos sérios para a humanidade.

     Eu sei que não posso consertar o mundo e não sou o dono dele, sou apenas uma formiguinha que Deus deixou para carregar este peso, para que eu possa pensar sozinho sobre as coisas, e ir carregando e sonhando que um dia a humanidade se conscientize dos desmandos que vem dando a TERRA, por ser diferente e olhar os que todos veem, contudo não querem olhar o mundo desigual nas suas desigualdades dos iguais.

     O TER já tomou conta, o SER é apenas uma centelha nestes universos incomensuráveis, a chuva continua, eu ouço o barulho das folhas, que o vento vai levando e as árvores balançando lentamente como se estivesse dançando uma valsa de BEETHOVEN.

alma

       É quando uma pessoa não consegue se libertar de um amor e ficam vários anos de sua vida presa no passado, ambas sofrem, uma, por que não evolui cosmicamente, por que a alma que ficou vive uma vida reverenciando o que não vai voltar, já cumpriu o prometido no seu comprometimento no antes.

       Esta prisão é dupla, nenhuma cresce, nem em cima e nem embaixo, isto não é amor é apego, por uma alma que não existe mais neste plano, e não cresce no seu retorno para sua caminhada universal, no cosmo em direção a luz que é DEUS.

    A ALMA que fica a função dela é libertar e deixar que o plano de DEUS resolva não aprisionar nenhuma, uma já cumpriu sua estada aqui, subiu para dar continuidade aos propósitos de DEUS, a outra é a verdade e uma vida que ficou para fazer a sua história, e não ficar lamentando o que já é passado é almas gêmeas, se não deixar que a outra siga o seu caminho, está aprisionando e acorrentado, fazendo penar na sua prisão cósmica sem evoluir e o sofrimento é duplo, em cima e embaixo.

     A primeira coisa a fazer é dar os primeiros passos, a que ficou embaixo e se desvencilhar das coisas, de tudo e recomeçar refazendo o presente e dando continuidade a sua história aqui.

      PINTAR o quarto de azul, representando o céu e o restante da casa de branco deixando ir ao encontro de DEUS, o branco representa a paz e a liberdade para que essa alma siga em paz e para que a outra possa recomeçar novamente para um novo começo com outra que está longe mais tão perto para libertar e assumir o novo mesmo sendo velho, mais a alma é nova, são os desígnios de DEUS querendo lhe dar um novo renascimento.

   A VIDA é assim, morrendo e renascendo até o momento que parece final, mais não é não? Não foi apenas um dito, JESUS afirmou: Na casa do meu pai tem muitas moradas, hoje já sabemos que temos 11 universos em expansão e mais de duzentos planetas os “humanos” estão sós desde o início.  Como descascar essa tangerina do começo, se só ficou só a frase, o autor já está em outra dimensão, neste caso deve substituir a frase e o autor, a tangerina ficou para dá continuidade a vida que segue com um novo velho amor novo, para solver o doce mel dessa fruta que é: VOCÊ< VOCÊ< VOCÊ<Que é a realidade querendo abrir as portas, para entrar a simplicidade pedindo licença a sua MAJESTADE.

 

cadeado

         dilma

               Não vemos mais no parlamento Brasileiro usar o verbo na primeira pessoa, quando se refere ao seu Estado que foi eleito por este povo para que represente. Tinha um deputado, quando ocupava a tribuna, fazia citações BÍBLICAS e até mesmo prosas e versos e sempre repetia O MEU “PIAUÍ”, com muito orgulho, e era conhecido como mão SANTA.

               Atualmente, o que se nota, são verbalizações que não enobrece o seu Estado e nem o povo de seu PAÍS, na votação da Câmara dos deputados, pelo impeachment da PRESIDENTA DO NOSSO PAÍS, um assunto de muita relevância para o nosso POVO onde o BRASIL passou a ser o foco das atenções nacional e internacional, os senhores DEPUTADOS, representantes de uma grande nação continental, reconhecida mundialmente, parecia colegial com faixa e cartazes e com muitos gritos de fora Dilma, foi a votação mais ridícula que já vi em um parlamento, e este representa o povo BRASILEIRO, a ridicularização foi tanta que os votos foram para todos ouvirem, os deputados federais votaram assim: Este voto é pelo meu filho, pela minha mãe, pela minha avó já falecida, pela minha mulher e por aí decorreu a votação mais esdrúxula e tupiniquim que já presenciei em minha vida, de plumas e paetês, de uma Câmara federal.

       Nenhum deputado que tem financiamento de campanha, levantou a voz para falar qual foi À empreiteira, por que a maioria está na gangorra, só esperando a corda quebrar.

              Usaram um termo pejorativo, pedaladas para o povo, que a maioria não sabe o que é. Vários governadores, prefeitos e até mesmo Presidentes de outras nações, já usaram este recurso quando seu país está em crise, que é o remanejamento de verbas, dos bancos do próprio governo. Pelo que acompanhei, foi golpe SIM DA CANETA DE TINTEIRO.

          A bela da manhã, da tarde, da noite. Pacífica, verdadeira, amorosa, prestativa, amor incondicional, simples, verdade, amiga, alegre, bondade, amor, singela, entusiasmada, vencedora, ativa, cativante, guerreira, carismática, perto e longe ao mesmo tempo, inteligente, vencedora, mãe, mulher, doce como mel, graciosa, brejeira, charmosa, uma formosura de mulher.

                 DEUS É O SEU TUDO, ama e quer ser amada por um amor verdadeiro mesmo distante, mesmo simples, mesmo mais velho e envelhecido em barris de carvalho, do bom vinho de Portugal com um paladar incomparável como você mulher, rica de valores positivos para dar e receber e em alguns instantes perdida, mais não vencida, prega a paz o amor se entrega ao outro como sendo você, como um ser único e universal, difícil de adentrar no seu universo de mulher soberana, sensível mais com muita atitude com as coisas que faz, é uma flor multicolorida no jardim aonde você é a rosa vermelha há procura do cravo para retirar estas pétalas vermelha com muito carinho e amor.

       ESTA MULHER EXISTE SIM: VOCÊ, VOCÊ, VOCÊ, VOCÊ E VOCÊ.

Publicidade
Visitas
Tempo